Dicas para guardar frutas e legumes em casa

Ter uma alimentação saudável começa na escolha de alimentos mais naturais. Mas saber como armazenar de forma eficiente é fundamental para que você tenha ingredientes frescos e deliciosos por mais tempo.

Com isso, você mantém os alimentos ricos em vitaminas e nutrientes, melhorando o funcionamento do seu corpo. Pensando em te ajudar nessa rotina, separamos algumas dica. Confira!

– Separar os alimentos: Guardar as frutas, legumes e verduras separadamente ajuda a conservar o sabor e textura, além de durarem mais. Esse processo evita que micro-organismos passem de um alimento a outro.

– Não colocar tudo na geladeira: Alguns alimentos têm suas propriedades melhor conservadas se forem mantidos em temperatura ambiente até o momento em que serão abertos e cortados. Entre eles, temos: maçã, pera, melão, banana, batata, pepino, tomate verde, alho, pimenta, café, mel e manjericão. Já os grãos secos, como feijão, arroz e aveia, a dica é deixar em potes hermeticamente fechados, dentro do armário. Os tubérculos, como a batata, devem ser guardados em sacos de papel, em local fresco, escuro e seco.

– Congelar o que não for consumir em curto prazo: A maioria das frutas pode ser congeladas, seja em pedaços ou apenas a polpa, sendo ótimo para fazer sucos e vitaminas. Os nutrientes são mantidos e a validade pode se estender em até seis meses. Muitos legumes também podem ser congelados. E para armazenar as verduras, indicamos retirar a água desses alimentos antes de guardar em um recipiente seco. Isso irá preservar as folhas por um período maior.
Entretanto, os vegetais consumidos crus, como alface, couve e pepino, não devem ser congelados.

– Congelar sempre do jeito certo: Mesmo que não estrague, só o fato de colocar no freezer não garante que o alimento estará com cor, textura e teor nutritivos preservados na hora de consumir. A maioria dos vegetais precisa de um pré-cozimento antes do congelamento, sendo algo bem simples de fazer. Pesquise sobre os melhores modos de congelar os alimentos que você precisa.

– Guardar as sobras na geladeira: O que sobrou da refeição deve ser armazenado rapidamente e os recipientes devem ser de vidro ou plástico, completamente fechados. Os alimentos crus também não devem ficar nas mesmas prateleiras que as sobras ou alimentos já preparados. Com isso, você mantém as características de sabor, odor e aparência desses alimentos.

– Usar os recipientes corretos: O tipo de armazenamento, a temperatura e material do recipiente usado fazem toda diferença na conservação dos alimentos. Para o congelamento, o vidro é mais indicado, mas potes de plásticos bem fehcados podem ser usados na geladeira também. Para envolver frutas, legumes e verduras, é indicado usar o papel-toalha.

– Setorizar ou colocar etiquetas nos produtos: colocar etiquetas nas embalagens, com a data em que o alimento foi armazenado e a data de validade, é fundamental.

– Respeitar o tempo de duração dos alimento: Já que cada tipo de alimento costuma durar um determinado tempo, é essencial ficar atento a esses prazos, para garantir o consumo saudável.

Entre em Contato

Saiba mais sobre nossa tabela de preços, condições de entregas e pagamentos.
Temos opções saborosas para uma alimentação mais saudável!

CONTATO